fevereiro 11, 2010

HISTÓRIAS INDÍGENAS DE ASSUSTAR


Finalizando a trilogia de narrativas nativas, recontadas pelo escritor Daniel Munduruku , a Global em breve lançará o livro A CAVEIRA ROLANTE, A MULHER LESMA E OUTRAS HISTÓRIAS INDÍGENAS DE ASSUSTAR. Depois de ilustrar os dois primeiros títulos da premiada antologia, que trazem histórias de amor e de origem, tive agora a oportunidade de ilustrar personagens e enredos soturnos, patrimônio cultural dos povos Tukano, Tembé, Karajá, Macurap e Ajuru.


As histórias aqui recontadas pelo Daniel enfatizam o papel estratégico do medo na construção dos sentidos e na sobrevivência humana. Além da mistura de tinturas naturais com anilinas, que adoto com frequência, também utilizei elementos tridimensionais na confecção das ilustrações. Certas pirogravuras levam sementes, espinhos, palha de milho, folhas, raízes, xaxim de côco, madeira, penugem, casca de fruta ou até pipocas. Licença poética à parte, formas e grafismos foram referenciados pelas respectivas culturas originais. O fotógrafo Miguel Chaves fez a captura final das imagens.

3 comentários:

Anônimo disse...

酒店打工 酒店兼職
台北酒店 打工兼職 酒店工作
酒店經紀 禮服酒店
酒店兼差 酒店上班 酒店應徵 酒店 酒店喝酒 酒店消費 喝花酒 粉味

Anônimo disse...

Cansei desse papinho hipócrita pró-brasilidade ou cultura indígena.Menos teoria e mais prática.

Mauricio Negro disse...

Uma mosca varejeira no meu feijão preto! Então assina aí, mermão. Na teoria, coisa fácil, mostrou coragem para descer o pau. Na prática, porém, optou pela segurança do anonimato. Essa foi boa...